As 7 Melhores raquetes de Tênis da Head


Pensa em comprar uma raquete da Head, mas não sabe por onde começar?

Confira essa seleção das melhores raquetes da Head que escrevi após uma apurada pesquisa que fiz para entender o que há de diferente de uma raquete para outra, quais as melhores e as mais indicadas para estilos e níveis diferente de jogadores.

Lista das melhores raquetes da Head:

  1. Head Graphene 360+ Speed Pro
  2. Head Graphene 360+ Radical Pro
  3. Head Graphene 360+ Instinct MP
  4. Head Graphene 360+ Gravity Pro
  5. Head Graphene 360+ Extreme MP
  6. Head Graphene 360+ Prestige Pro
  7. Head TI S6

Você vai notar que a maioria das melhores raquetes da marca Head começam com o nome “Head Graphene 360+” e na frente vem o nome da família da raquete e a seguir uma letra ou palavra designando se ela é o modelo mais leve, mais pesado e etc.

São 6 modelos ou famílias de raquetes da Head atualmente:

  • Gravity
  • Speed
  • Prestige
  • Radical
  • Extreme
  • Instinct

Cada uma vem com a versão padrão e as modificadas, algumas mais pesadas, outras mais leves, algumas que geram mais potência, outros mais para controle e padrões diferentes de corda.

No final desse texto eu explico melhor a tecnologia, lá tem também algumas nomenclaturas usadas em modelos mais antigos das raquetes da Head, talvez saber mais sobre as características vai te ajudar melhor na sua escolha.

Se por acaso você esteja olhando todas as marcas de raquetes e quer saber a melhor delas, eu também fiz um guia para comprar raquetes da Babolat, você pode acessar ele clicando aqui, eu fiz também um top 7 de raquetes Wilson (clique para acessar em outra aba).

Atenção: Antes de comprar a sua raquete, confira o tamanho do grip dela para evitar problemas futuros, saiba como escolher o tamanho ideal clicando aqui para abrir em outra aba a matéria que diz sobre isso.

1 – Head Graphene 360+ Speed Pro

A família de raquete Speed é um meio termo entre o controle proporcionado pelas raquetes Prestige e a potência das raquetes Extreme.

Ela é a raquete que Novak Djokovic endossa, apesar de que ele usa realmente é um modelo bem antigo da Head, para saber mais detalhes clique aqui e acesse a matéria que fiz nesse mesmo blog.

Apesar do Djokovic não usar ela, essas raquetes são muito bem-feitas e é uma ótima escolha para tenistas mais avançados, ela dá muita sensibilidade ao bater na bola e um bom conforto.

Uma raquete que facilita gerar velocidade na cabeça para atacar, se você quiser mais TopSpin nos seus golpes, opte pela Speed MP já que o padrão de cordas dela é mais adequado para esse propósito.

Caso você goste de jogar em contra-ataque e defesa, essa é uma das raquetes da Head mais adequada para este estilo de jogo.

Para os tenistas mais recreativos como eu, dá para encontrar uma Speed adequada, essa família de raquetes parece ser a que abrange uma variedade maior de tenistas, seja de nível iniciante, intermediários e avançados, tudo com extrema qualidade para cada modelo.

Para os iniciantes, tem a Speed MP Lite, veja o preço dela na lojas Americanas clicando aqui.

2 – Head Graphene 360+ Radical Pro

A família Radical da Head é conhecida por suas raquetes de padrão de corda 16×19 que é uma boa combinação para controle e potência.

As raquetes Radical da Head possuem uma história que vem desde a época do Andre Agassi, e por um tempo elas foram endossadas por Andy Murray.

A versão Pro, que foi a escolhida como a melhor, é indicada para quem gosta de uma raquete mais pesada, ela é ótima para quem gosta de potência no saque e em geral para jogadores All-Court, aqueles que gostam de usar vários estilos diferentes.

O All-Court é o jogador completo, para saber mais sobre esse estilo, clique aqui e confira a matéria que fiz, lá tem uma seção falando sobre isso.

Se você não quer uma raquete muito pesada, opte pela versão MP que mantem as mesmas características, porém com um peso menor.

A Radical S é apropriada para quem joga duplas e usa uma forma mais compacta para bater na bola, para jogadores de outros perfis, ela é uma raquete muito difícil de controlar então é melhor evitar.

Você pode conferir o preço de alguns diferentes modelos da Radical na loja Americanas clicando aqui.

3 – Head Graphene 360+ Instinct MP

As raquetes Instinct são conhecidas por proporcionar potência e spin mais fácil do que os outros modelos, ótimo modelo para quem gosta de jogar na linha de fundo e para quem gosta de contra-atacar.

Destaque maior para a Instinct PWR que é o modelo que proporciona mais potência sem que você faça muito esforço.

As raquetes da família Instinct são boas para jogadores iniciantes e de nível intermediário ou para aqueles que estão aos poucos alcançando o nível avançado no Tênis.

As raquetes Instinct não são indicadas para rebater bolas muito pesadas, mas normalmente os jogadores iniciantes enfrentam outros jogadores do mesmo nível que não batem tão forte na bola.

Mesmo se você já joga Tênis por muito tempo, mas só quer usar uma raquete diferente, as Instincts podem te servir muito bem para esse propósito.

Caso você vai mudar de marca e escolheu a Head, saiba que normalmente os jogadores da Pure Drive da Babolat e até mesmo os jogadores que usam a Wilson Clash podem gostar e achar similaridades com as Instinct.

A tenista Maria Sharapova era uma das que endossavam as raquetes Instinct da Head.

Pelo o que pesquisei, as raquetes Instinct são as melhores para o nível iniciante e intermediário e se tratando de uma lista onde eu recomendo as melhores raquetes, preferi colocar ela aqui acima dos outros modelos porque ela atende melhor aos jogadores recreativos.

Esse é o tipo de raquete que vai ajudar os tenistas iniciantes dando mais potência sem precisar que eles façam muito esforço.

Quando escrevi essa matéria, achei difícil achar nas lojas brasileiras o modelo mais novo com Graphene 360+, mas encontrei a Graphene 360, você pode tentar pesquisar novamente na loja Americanas clicando aqui, talvez os modelos novos tenham chegado ou você resolva conferir a geração anterior.

4 – Head Graphene 360+ Gravity Pro

A família Gravity é uma das mais novas da Head, são aquelas onde cada lado tem uma cor diferente, essas raquetes são boas para controle e são bem flexíveis (para saber mais sobre raquetes flexíveis clique para conferir a matéria que fiz).

Se você prefere raquetes mais macias, as da família Gravity são ideais para você, elas são endossadas pelo tenista Alexander Zverev.

Uma raquete consideravelmente boa para voleio e saque e ótima para aplicar slice na bola.

Caso você esteja procurando por uma raquete que faz você sentir melhor os golpes, a Gravity é uma boa opção, muitos jogadores das antigas que jogam na rede e preferem colocar a bola na quadra ao invés de bater com toda potência vão gostar da Gravity.

A família Prestige também é boa para jogadores assim, mas a Gravity é melhor ainda para a maioria dos jogadores que não jogam profissionalmente.

Quando pesquisei os modelos novos da Gravity, achei que os preços estavam fora do normal, você pode consultar clicando aqui, talvez até então eles normalizaram, mas em outras lojas você vai conseguir encontrar ela também.

5 – Head Graphene 360+ Extreme MP

Da família das raquetes Extreme, a versão MP é a considerada a melhor por muitos tenistas, isso porque ela é ideal para vários perfis diferentes, ela é mais confortável e fácil de manejar que as outras Extreme.

Se você leu a seção nesse post sobre a família Instinct, lembra que mencionei delas serem uma boa escolha para quem joga com a Pure Drive e a Clash, pode-se dizer que a Extreme é também parecida, porém direcionada para jogadores de nível intermediário, para o nível avançado escolha a Extreme Pro.

A Extreme Tour lhe dá uma boa sensibilidade ao bater na bola, indicado para jogadores que gostam de sacar e volear e para quem gosta de bater na bola com potência.

Confira o preço e modelos disponíveis da Extreme no site da Americanas clicando aqui.

6 – Head Graphene 360+ Prestige Pro

O grupo de raquete Prestige é focado em estabilidade, controle e sensibilidade. Essa é a família de raquetes da Head que traz um pouco dos modelos mais antigos, indicadas para quem gosta dos modelos clássicos da Head.

Esse grupo de raquetes é amado por jogadores profissionais do mundo todo, o próprio perfil dessas raquetes facilita isso já que são modelos que não proporcionam tanta potência, mas dá muita precisão e sensibilidade nos golpes, ótima também para sacar.

Jogadores profissionais já conseguem gerar potência suficiente através de seus músculos já trabalhados e principalmente de sua técnica apurada, se você já é um jogador experiente, essas raquetes podem ser a melhor escolha.

Pensando em atender um público maior, coloquei essa raquete no penúltimo lugar já que provavelmente ela não seria a melhor indicação para jogadores recreativos, ela não é o tipo de raquete que vai necessariamente te ajudar em algum aspecto do seu jogo.

O modelo MP é uma boa escolha caso você esteja no nível intermediário, clique aqui para conferir o preço dela na loja Netshoes em outra aba.

7 – Head TI S6

Por último, o modelo de raquete mais diferente dos outros já citados nessa lista, ele é recomendado somente para aqueles jogadores ocasionais, que jogam poucas vezes durante o ano.

Isso porque a Head TI S6 é composta por um material mais frágil que não dura tanto quanto as raquetes feitas com grafite. Para saber mais sobre os materiais das raquetes, eu fiz uma matéria aqui (clique para acessar em outra aba) explicando mais afundo, vale a pena dar uma conferida.

Ela também já vem encordoada e se a corda quebrar, você vai ter que comprar uma raquete nova. Em compensação, ela tem um preço um pouco menor do que uma raquete de grafite e compensa para quem não vai jogar Tênis por longo períodos de tempo e intensidade.

Na categoria raquete para iniciantes ou jogadores ocasionais, essa é considerada por muitos o melhor modelo até mesmo comparando com outras marcas.

Não se engane achando que por ser mais barata e frágil, que essa raquete seja pior que outros modelos, enquanto ela está inteira ela dá muito conforto, potência e ajuda muito aos jogadores que ainda não aprenderam as técnicas do Tênis.

Clique nesse link para conferir o preço da Head TI S6 na loja Americanas online.

O que é Graphene 360+ nas raquetes da Head?

O Graphene 360+ é uma técnica da Head para a composição do material da raquete, eles criaram fibras espiraladas para compor o cabo e na cabeça da raquete, isso garante mais estabilidade e uma melhor transferência de energia.

Em 2013 a tecnologia batizada de Graphene passou a ser usada pela Head, se trata de uma matéria mais forte e menos pesado para compor a raquete.

O processo de criação de uma raquete é bem interessante, recomendo que você leia a respeito clicando aqui numa matéria que fiz, lá você vai entender como os materiais são escolhidos e moldados para formar uma raquete.

Mais tarde foi lançada uma outra versão chamada Graphene XT que é focada para aumentar o swingweight da raquete, não sabe o que é swingweight? Clique aqui para ler a matéria que fiz a respeito de pesos nas raquetes, lá tem uma seção explicando exatamente o que é isso.

A terceira geração da tecnologia se chamou Graphene Touch, foi adicionado um material fino feito de borrachas não reticuladas chamado Kraibon®, isso permitiu uma absorção maior do impacto nas raquetes, para mais conforto e uma sensibilidade mais apurada dos seus golpes.

Em 2018 foi lançada a tecnologia Graphene 360, foi adicionado materiais desde o cabo até a cabeça da raquete para dar mais estabilidade e energia de retorno. A evolução dessa tecnologia é a Graphene 360+.

Bruna

Eu sou a Bruna, uma jogadora de Tênis recreativa que criou esse blog para ajudar a todos jogadores de Tênis com tudo o que já aprendi depois de alguns anos jogando esse ótimo esporte.

Publicações Recentes