Quanto tempo dura uma raquete de Tênis


Sempre soube que é bom ter mais de uma raquete do mesmo tipo, mas um dia me perguntei se uma raquete que não quebrou ainda está em boas condições de uso mesmo após vários anos, fiz uma pesquisa intensa e descobri uma data de validade comum e porque ela existe.

A raquete de Tênis começa a perder suas características após 2 ou 3 anos de uso moderado, a raquete que é usada raramente pode durar de 4 até 5 anos, mesmo após sua validade dá para jogar, mas ela perde um pouco da sua forma original.

Quando falo da raquete de Tênis me refiro a uma mais profissional, aquelas feitas de materiais mais duradouros como o grafite, kevlar e outros, é bom você saber que existem raquetes de Tênis mais baratas que são feitas de alumínio e elas duram muito menos, tanto que nem compensa compra-las caso você queira jogar Tênis com frequência.

O tempo de vida da raquete profissional depende também de como você usa ela, se for um jogador que bate muito na bola e joga umas 5 vezes por semana a data de 2 anos é a mais apropriada para trocar a raquete, mas quem joga menos pode demorar um pouco mais para trocá-la, algo como 4 a 5 anos.

Por que as raquetes de Tênis se desgastam com o tempo?

Para você ter uma ideia, só o fato de você encordoar uma raquete ela já começa a mudar fisicamente, isso porque as cordas puxam a cabeça da raquete.

Toda vez que as cordas da raquete são trocadas adicionando mais tensão, mais o aro dela vai se desgastando, na aparência parece tudo normal, mas fisicamente ela mudou suas características.

Os Grommets, que são os plásticos que ficam nos furos da raquete, também se desgastam com o tempo, mas eles podem ser trocados, são vendidos separadamente.

Quando você vai rebater bolas bem próximas ao chão é normal o aro da raquete raspar na superfície e desgastar ela, só o fato dela cair no chão pode danificar também e muita das vezes não dá para perceber só olhando.

A temperatura pode também ser prejudicial para o estado físico de sua raquete, já reparou que algumas raqueteiras ou mochilas são térmicas? Manter a temperatura ambiente é o melhor para elas, o calor excessivo danifica o material de uma raquete.

Dizem que é bom você cortar toda a corda quando somente uma parte dela se solta ou quebra, isso porque a pressão puxada da cabeça da raquete pela corda fica mais homogênea do que deixar a raquete com a corda quebrada em um só local, por isso algumas pessoas preferem tirar toda a corda para guardar uma raquete que não vai encordoar novamente tão cedo.

Em resumo, se você não tomar os devidos cuidados com sua raquete, se deixar ela no sol por muito tempo, deixar ela cair, deixar ela com cordas quebradas em uma parte e encordoar ela constantemente, nem mesmo as raquetes mais caras do mundo vão conseguir resistir.

Aliás, eu fiz uma matéria aqui no blog bem interessante sobre algumas das mais caras raquetes de Tênis, você pode dar uma lida nela clicando aqui.

Adquirir uma raquete de Tênis nova ou a mesma?

Confesso que minha raquete tem mais do que 2 anos, ela se encontra em ótimas condições e jogo normalmente com ela, eu não jogo ela no chão e não há nenhuma rachadura, porém, após saber que com o tempo elas não são mais como nos primeiros 2 anos, passei a procurar novas raquetes para comprar, como estou ainda em fase de descobrir o modelo que mais gosto, vou aproveitar para testar um modelo diferente, mas se você já achou a raquete que quer jogar sempre, compre uma outra igual.

Na verdade, existem jogadores recreativos que usam a mesma raquete a mais de 10 anos e não sentem que precisam trocá-las, mas vale fazer o teste, pegue sua raquete antiga e compare com uma nova do mesmo modelo, você vai sentir a diferença.

Dica: Vá em uma loja que permite testar raquetes novas e escolha uma igual a sua que já está antiga para saber como é usar uma mais nova, lembre-se de usar o mesmo tipo de corda e tensão nas duas, se você perceber que a nova é melhor, já sabe que está na hora de comprar uma nova.

Essa questão de trocar a raquete fica mais séria ainda se você joga com mais frequência (mais de 5 vezes por semana) e gosta de sempre bater na bola com uma raquete com as mesmas características, alguns tenistas são mais ligados nos detalhes do “sentimento” de bater com uma raquete usando a mesma corda, tensão da corda e modelo de raquete, se você não é um deles não precisa se preocupar tanto em comprar um modelo novo após 2 anos e pode usar ela por mais tempo.

Os profissionais são mais sérios ainda, além de usar a mesma raquete, corda e tensão, eles gostam de pedir para uma única pessoa sempre encordoar suas raquetes ou alguém que use a mesma máquina e técnica.

Você até mesmo pode pensar que os profissionais sempre trocam o modelo de raquete todo ano, mas a maioria não faz isso, eles somente pintam a raquete para ficar com a cara do modelo novo do patrocinador, alguns trocam os modelos, mas o normal é que não.

É por isso que muitos jogadores recreativos gostam de comprar o mesmo modelo da raquete no caso do fabricante parar de vender elas, os profissionais possuem a vantagem de exclusividade para o fabricante sempre disponibilizar os modelos antigos, até mesmo aqueles que não são mais fabricados.

Quando a raquete de Tênis “morre”

Muitos especialistas e profissionais explicam como é a sensação de bater uma bola com uma raquete que já “morreu”, ou seja, uma raquete já desgastada e antiga ao ponto de interferir nos seus golpes.

Alguns “sintomas” podem ser notados quando você acaba de colocar uma corda nova, mas mesmo assim sente que há algo de errado, nesses casos o problema não é a corda, mas sim o aro e estrutura da raquete.

Aparentemente fica mais difícil saber se a bolinha bateu no meio da sua raquete ou não quando ela está muito desgastada e você sente que ela está mais flexível do que o normal.

Bruna

Eu sou a Bruna, uma jogadora de Tênis recreativa que criou esse blog para ajudar a todos jogadores de Tênis com tudo o que já aprendi depois de alguns anos jogando esse ótimo esporte.

Publicações Recentes